quarta-feira, 4 de maio de 2016

CAMINHAR DO SUL a pé a Fátima...

Programa de 6 a 13 de maio 







1º Dia - 6 de maio
Alcácer do sal, Cabrela (28,0km)
7h15m – 08h00m Encontro no Santuário do Senhor dos Mártires em Alcácer do Sal.
Arrumar Bagagens e entrega de acessórios
08h15m - Momento de oração e envio dos peregrinos
09h00m - Caminhada
13h30m - Chegada a Casebres
13h45m - Almoço em Casebres
15h15m - Caminhada
18h00m - Chegada a Cabrela – Casa do Povo de Cabrela
19h00m - Banhos alternativos no Campo da Bola
20h00m - Tratamentos – Apoio Ordem de Malta
20h30m - Jantar
22h00m - Momento de oração e reflexão seguido de Eucaristia
23h00m - Silêncio e descanso
2º Dia - 7 de maio
Cabrela, Cortiçadas do lavre (28,0Km)
06h30m – 07h30m - Alvorada e arrumar bagagens
07h30m - Pequeno-almoço no Café “Os Arcos”
08h30m - Oração da manhã
09h00m - Caminhada
11h15m - Paragem para descanso
12h00m - Caminhada
13h30m - Almoço na Fábrica Amorim Isolamentos
15h30m - Caminhada
18h30m - Chegada a Cortiçadas do Lavre - C.R.C.D. de Cortiçadas do Lavre
19h00m - Banhos alternativos no Campo da Bola
20h00m - Tratamentos – Apoio Ordem de Malta
20h30m - Jantar
22h00m - Oração da noite / Silêncio
23h00m - Silêncio e descanso
3º Dia - 8 de maio
Cortiçadas do lavre, Coruche (23,0Km)
06h30m – 07h30m - Alvorada e arrumar bagagens
07h30m - Pequeno-almoço
09h00m - Oração da manhã Igreja de Cortiçadas do Lavre
09h30m - Eucaristia
10h45m - Caminhada
13h00m - Chegada a Santana do Mato – C.C. Recreativo de Santa do Mato
13h15m - Almoço
14h45m - Caminhada
18h00m - Chegada a Coruche - Praça de Touros
18h30m - Banhos alternativos no Pavilhão Desportivo
19h00m - Tratamentos – Apoio Ordem de Malta
20h30m - Jantar
22h00m - Oração da noite / Silêncio
23h00m - Silêncio e descanso
4º Dia - 9 de maio
Coruche, Almeirim (34,0Km)
06h30m – 07h30m - Alvorada e arrumar bagagens
07h15m - Pequeno-almoço
08h15m - Oração da manhã
08h30m - Caminhada
11h00m - Paragem para descanso
11h30m - Caminhada
13h00m - Chegada à Raposa - Centro Paroquial da Raposa
13h15m - Almoço
14h15m - Momento de oração e reflexão e eucaristia na Igreja Paroquial da Raposa
15h00m - Caminhada
18h30m - Chegada a Almeirim – Lar de S. José
20h00m - Tratamentos – Apoio Ordem de Malta
20h30m - Jantar
22h00m -Oração da noite. Silêncio e descanso
5º Dia - 10 de maio
Almeirim, Chamusca (24,0Km)
06h30m – 07h30m - Alvorada e arrumar bagagens
07h30m - Pequeno-almoço
08h45m - Oração da manhã
09h00m - Caminhada
11h15m - Chegada a Alpiarça – Quinta da Torre
11h30m - Momento de oração, reflexão e eucaristia na Quinta da Torre
13h00m - Almoço
14h30m - Caminhada
16h00m - Paragem para descanso / Quinta Nova
16h30m -Caminhada
18h30m - Chegada a Chamusca - Bombeiros Voluntários da Chamusca
19h00m - Acantonamento e banhos no Pavilhão dos Bombeiros
20h00m - Tratamentos – Apoio Ordem de Malta
20h30m - Jantar
22h00m - Leilões seguidos de Oração da noite. Silêncio
6º Dia - 11 de maio
Chamusca, Torres Novas (19,km)
06h30m - 07h30m - Alvorada e arrumar bagagens
07h30m - Pequeno-almoço no Bar dos Bombeiros
08h45m - Oração da manhã
09h00m - Caminhada
12h00m - Chegada a Riachos – Igreja Paroquial
12h30m - Momento de oração e reflexão, eucaristia na Igreja Paroquial de Riachos
13h00m - Almoço no Centro Paroquial de Riachos
14h30m - Caminhada
16h00m - Chegada á Escola Prática de Policia
16h30m - Acantonamento e banhos na Escola Prática de Policia
19h00m - Tratamentos – Apoio Ordem de Malta
20h30m - Jantar
21h30m - Coração aberto
23h00m - Terço e Oração da noite.
7º Dia - 12 de maio
Torres Novas, Fátima (25,km)
06h30m – 07h30m - Alvorada e arrumar bagagens
07h30m - Pequeno-almoço
08h15m - Oração da manhã
08h30m - Caminhada
11h00m - Paragem para descanso no Posto do CNE na Chancelaria
11h30m - Caminhada / subida da Serra
13h00m - Chegada ao Bairro – Centro Paroquial de Riachos
13h30m - Almoço
15h00m - Caminhada
16h30m -Paragem
17h00m - Caminhada
18h00m - Chegada à Capelinha das Aparições
19h00m - Local de Acolhimento - Rua São João de Deus nº 2 - Instituto Missionário Pia Sociedade de São Paulo
8º Dia - 13 de maio
Fátima, Alcácer do Sal
Tempo livre
10h00m - Missa no Santuário de Fátima e Procissão do Adeus
14h30m - Encontro na Rotunda dos Pastorinhos
15h00m - Regresso a Alcácer do Sal no autocarro da Câmara Municipal de Alcácer do Sal

quarta-feira, 20 de abril de 2016

CAMINHAR DO SUL a pé a Fátima...



Num ano de transição de logótipo... Assim serão as nossas camisolas



CAMINHAR DO SUL a pé a Fátima...


Peregrino quando entrar no Santuário:

            


Guarde silêncio e respeite a oração dos outros peregrinos.
Cumpra com simplicidade e espírito de fé as suas promessas.

Participe de modo ativo nas cerimónias realizadas.
Respeite-o como lugar sagrado e guarde limpeza.
Se lhe solicitarem esmolas ou contribuições fora ou dentro do recinto não colabore pois pode estar a ser induzido em erro.
As mochilas devem ser colocadas ao peito. Não coloque a carteira ou porta-moedas no bolso detrás das calças

                 

CAMINHAR DO SUL a pé a Fátima...


CONSELHOS ÚTEIS para quem vai no apoio:


                   

Antes de cada percurso verifique o nível de combustível do automóvel.
Deve parar o carro apenas em parques ou espaços próprios, seguros, e sempre do lado em que se caminha.

Antes de abrir as portas do carro verifique se o pode fazer em segurança.

Sempre que precisar de atravessar a estrada faça-o com muita atenção. Deve atravessar sempre na perpendicular e com boa visibilidade.
Não deve nunca obrigar o peregrino a atravessar a estrada para vir ao seu alcance. Quando o peregrino lhe pedir para guardar algo no carro de apoio, aconselhe-o a não atravessar a estrada, e a não parar. Peça-lhe que coloque as coisas no chão, pois os membros do apoio encarregar-se-ão do resto.
Quando passar pelo grupo não abrande a sua condução, conduza em andamento normal evitando formar uma fila de carros atrás do seu.
Deixe-se ultrapassar sempre com a devida segurança. Evite ultrapassar ou deixar que o ultrapassem quando estiver a passar pelo grupo.
Seja simpático e prestável, mantenha sempre o espírito de peregrinação.



     


CAMINHAR DO SUL a pé a Fátima...

CONSELHOS ÚTEIS para todos:

                                      

Não caminhe aceleradamente. No primeiro dia não ande mais de cinco quilómetros por hora, nos dias seguintes poderá tentar caminhar até aos sete.
Levante e exercite os dedos das mãos com alguma frequência. Evite o uso de anéis, peças de ouro ou outros.
Evite caminhar com peso excessivo.
Tenha uma postura adequada durante o caminhar, ereta e elegante, mantendo os ombros e o pescoço relaxados.
Caminhe com o queixo para cima olhando para a frente e não para baixo.
Movimente os braços de forma contrária às pernas (os movimentos dos braços contrabalançam os movimentos das pernas).
Ao andar passo a passo o calcanhar deve ser o primeiro a apoiar no chão com o peso do corpo, depois apoie o pé e por último os dedos.
Mantenha os quadris e os pés em linha reta e voltados para a frente.
Respire profundamente. Respire usando o abdómen, enchendo-o de ar na inspiração e soltando o ar na expiração. Desta forma trabalha o diafragma.
Prepare os músculos para a caminhada. Faça exercícios de alongamento durante 10 a 15 minutos (pescoço, braços, tronco, pernas e pés) antes e depois da mesma.
Encerre a caminhada bebendo um copo de água após os exercícios de alongamento.
Sempre que sentir necessidade de urinar faça-o, evite reter a urina pois é através desta que libertamos parte das toxinas.
Cuide da sua higiene diária, tome banho diariamente e hidrate o seu corpo.
Se tiver cabelo comprido deve apanhá-lo enquanto caminha.
Proteja do sol as zonas mais sensíveis, use cremes ou manteiga de cacau para os lábios e para o rosto. Use óculos de sol.
Use roupa fresca durante a caminhada e use roupa quente à noite. Quando tiver a roupa suada, vista sempre um agasalho.
Não use calças de ganga e tecidos sintéticos, use sempre roupas leves, largas, sem fibras nem nylon.
Não escolha objetos ou roupa apertada que lhe impeça uma boa circulação sanguínea. Não use ligas.
As roupas devem proteger bem todo o corpo: cabeça, tronco e pernas acima do joelho, para evitar queimaduras e alergias.
Não use meias de fibra, use meias de lã ou algodão de preferência brancas e sem costuras.
Se as meias tiverem costuras devem ser calçadas do avesso para evitarem bolhas.
Evite molhar os pés. Nas paragens deve descalçar-se e deixar os seus pés arejarem, deite-se e coloque-os mais altos que a cabeça.
Se tiver feridas ou bolhas nos pés, não deve tirar a pele mas sim desinfetar, mas o melhor é dirigir-se aos membros do apoio para fazer o devido curativo. 
Antes ou durante cada percurso tente ouvir com atenção as indicações fornecidas pelas guias.

Vista sempre o colete e use o crachá com a sua identificação.
Não caminhe à frente do estandarte. Não caminhe atrás da vassoura.

Não use auscultadores e não fale ao telemóvel durante a caminhada.
Evite andar sozinho. Evite sair do percurso sem avisar e, se o fizer, deixe sempre uma marca na berma da estrada como por exemplo o cajado ou qualquer outro objeto facilmente identificável.
Circule sempre pelo lado esquerdo, não ande no meio da estrada. Procure andar na berma.
Quando precisar de atravessar a estrada faça-o com muita atenção, sempre na perpendicular e com boa visibilidade.
Evite andar com muito dinheiro, leve o suficiente mas não em excesso.
Aceite sempre que possível o que lhe for oferecido pelos membros do apoio.
Nos centros urbanos, evite comprar ou comer comidas retardadas, doces ou fritos, para evitar intoxicações alimentares.
Não beba bebidas com álcool nem fume durante o caminhar.
Lembre-se que durante a caminhada deve sempre: beber muita água, comer muita fruta e ingerir açúcar.
Pode e deve prometer, abster-se do tabaco e do álcool, mas…nunca prometa não comer nem beber!
Procure cumprir o programa e os horários.
Procure despojar-se do supérfluo e centrar-se no essencial.
Respeite todo o grupo, dê bom exemplo e seja delicado com os outros.
Fale pouco, evite tagarelice ou má-língua, tenha postura e dignidade.
Não deite papéis para o chão, respeite a natureza e evite poluir o caminho.
Não comece as refeições sem a presença de todo o grupo.
Procure dormir pelo menos seis horas.
Sempre que sentir alguma dificuldade ou sempre que precisar de ajuda até mesmo durante a noite, não tenha medo ou receio procure a guia ou os membros do apoio.
Nos locais de acolhimento tente sempre cumprir as regras e as normas impostas. Lembre-se que neles existem hábitos e rotinas e que qualquer alteração ao seu normal funcionamento pode provocar mau estar ou até mesmo transtornar os seus residentes.
Procure não sujar o que os outros limparam para nós. Deixe o local de acolhimento limpo e arrumado.
Respeite o silêncio dos outros, sobretudo nas horas de descanso. Evite qualquer tipo de barulho, como por exemplo, falar alto, mexer em sacos de plástico ou até mesmo ressonar.
Tenha sempre presente as principais regras da nossa peregrinação
• Não ultrapassar o estandarte. 
• Não caminhar atrás da vassoura. 
• Não ingerir bebidas alcoólicas. 
• Não usar telemóvel enquanto estiver a caminhar e nas paragens durante os momentos de reflexão. 
• Caminhar sempre na berma da estrada e em fila indiana.

Ouça com atenção as indicações fornecidas diariamente pela guia.
Lembre-se que a saúde é o mais importante. Respeite sempre os limites do seu organismo.
Lembre-se que a boa disposição é fundamental no peregrinar. Nem tudo estará a seu gosto, mas com o seu contributo certamente melhorará.
Lembre-se que a peregrinação não é feita apenas de caminhadas. Procure estar sempre presente nos momentos de oração e convívio.
Lembre-se que a oração é o Pão para o caminho.
E por último não esqueça:
A boa disposição,
a simpatia,
o otimismo,
a humildade,
a oração,

O VERDADEIRO ESPÍRITO DE PEREGRINO!




sexta-feira, 8 de abril de 2016

CAMINHAR DO SUL a pé a Fátima...


E porque se aproxima a data da nossa partida, aqui ficam algumas indicações relativas ao material que deve levar.


 


Para os momentos de descanso:

Colchão tripartido de espuma ou outro.
Saco cama, manta e almofada.
Pijama ou fato de treino, sapatos de descanso (chinelos ou outros).

Para a caminhada:
Terço.
Cajado ou vara de apoio.
Pequena mochila impermeável.
Bilhete de Identidade, Cartão de Beneficiário ou de Utente.
Medicamentos pessoais (uso diário).
Fato de treino ou calças em algodão (roupa leve que não aperte).
T’shirts, roupa interior e meias em número suficiente.
Chapéu para o sol / chuva, guarda-chuva ou impermeável.
Agasalho, luvas e cachecol, lenço.
Um par de sapatos ou ténis suplente.
Protector solar para o corpo e lábios e batom para o cieiro, creme para as mãos e creme gordo tipo Barral ou outro para os pés.
Lenços de papel, toalhetes ou papel higiénico húmido.
Chinelo de plástico para o banho.
Champô, sabonete ou gel de duche e toalhas de banho em duplicado.
Escova e pasta para os dentes.
Escova ou pente para o cabelo.
Elástico ou mola para o cabelo
Carregador do telemóvel e ficha tripla.
Lanterna e pilhas.
Comprimidos e pomadas para as dores musculares (aconselhe-se
com o seu médico ou farmacêutico, não abuse dos medicamentos).
Pensos para bolhas.

Para uma melhor e mais rápida organização de grupo identifique devidamente toda a sua bagagem.

quarta-feira, 6 de abril de 2016

CAMINHAR DO SUL a pé a Fátima...

E porque falta um mês para o inicio da nossa 14ª Peregrinação a pé a Fátima aqui ficam algumas RECOMENDAÇÕES


UM MÊS ANTES DA PARTIDA...

Consulte o seu médico e verifique a sua saúde. Faça os chamados exames de rotina.

Faça caminhadas de preparação. Procure nos primeiros dias andar aproximadamente uma hora seguida, depois tente chegar às 2 horas. Caminhe sem parar e ao mesmo ritmo, aprenda a respirar. Procure percursos com subidas, descidas e com escadas.
Adquirira uns sapatos próprios para caminhar que deem bom andar, cómodos e largos (dê liberdade aos seus pés, escolha um tamanho superior ao que costuma utilizar caso os sapatos não sejam próprios para caminhada).
Faça os treinos com os sapatos que pretende levar na caminhada.
Corte as unhas dos pés a direito ou vá ao calista para evitar unhas encravadas nas vésperas da partida.
Procure hidratar bem os seus pés, mergulhe-os diariamente em água quente com sal, e de seguida massaje-os com creme gordo do tipo “Barral” ou outro.

domingo, 24 de janeiro de 2016

Encontro de Guias em Fátima


"Movimento da Mensagem de Fátima apostado em fazer dos guias “verdadeiros peregrinos”
Formação decorreu este fim de semana na Casa de Retiros de Nossa Senhora das Dores, no Santuário
Os responsáveis pela pastoral das peregrinações do Movimento da Mensagem de Fátima estão empenhados em promover uma formação adequada junto dos guias das peregrinações para que eles “se sintam em primeiro lugar verdadeiros peregrinos”.
Este foi o principal objectivo da formação que decorreu este fim de semana (Sábado e domingo) na Casa de Retiros de Nossa Senhora das Dores, intitulada “Eu guia peregrino”, na qual participaram perto de centena e meia de guias que habitualmente percorrem as estradas de Portugal orientando grupos de peregrinos até ao Santuário de Fátima e algumas instituições que prestam apoio no terreno."

 Caminhar do Sul marcou a sua presença!

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

14ª PEREGRINAÇÃO A PÉ A FÁTIMA - 6 a 12 de maio de 2016


REGULAMENTO

1. A 14ª Peregrinação a pé a Fátima decorrerá entre os dias 6 e 12 de maio de 2016 com partida do Santuário do Senhor dos Mártires em Alcácer do Sal.
2. O custo total da peregrinação entre os dias 6 e 12 de maio é de 230€ com seguro incluído.
3. Para os peregrinos que partem de outras localidades entre Beja, Évora e Algarve deverá acrescer ao custo total da peregrinação um valor diário a calcular posteriormente.
4. As inscrições decorrem entre os dias 8 e 22 de janeiro de 2016 e só serão aceites no máximo 60 inscrições.
5. Inscrições efetuadas depois do dia 22 de janeiro serão acrescidas de 20€ passando o custo total para 255€.
6. Para quem peregrina menos de sete dias o custo diário será de 35€ e o seguro 10€.
7. O seguro é obrigatório à exceção de quem peregrina menos de 3 dias. Neste caso o seguro é facultativo e em caso de acidente a responsabilidade é do próprio peregrino.
8. Mesmo que o peregrino não queira comer ou dormir nos locais escolhidos para tal, incluindo a noite em Fátima, o custo total da peregrinação será sempre o mesmo.
9. O alojamento, pequeno-almoço, almoço e jantar bem como o apoio durante toda a peregrinação a pé são da responsabilidade da organização com excepção do jantar do dia 12 de maio e de todo o dia 13, que ficam por conta de cada peregrino. O transporte de regresso no dia 13 de maio não é da responsabilidade da organização.
10. No acto da inscrição deve ser paga uma caução de 30€ e o restante valor até ao dia 19 de Março, dia em que se realiza a reunião geral de preparação para a peregrinação.
11. A inscrição só será considerada válida com o pagamento da caução. Em caso de desistência do peregrino o valor da caução só será devolvido quando a desistência for devidamente justificada.
12. Se não se realizar a peregrinação por motivos alheios aos peregrinos os valores pagos serão integralmente reembolsados.
13. O pagamento pode ser feito em cheque, dinheiro ou por transferência bancária para o NIB 004560204018246722127 da CCAM.
14. No acto da inscrição deverá ser preenchida uma ficha de inscrição com assinatura obrigatória do termo de responsabilidade e deve ser entregue fotocópia de uma fotografia, do bilhete de identidade ou cartão de cidadão, cartão de beneficiário ou cartão de utente. Os dados e informações constantes nas fichas de inscrição serão para única e exclusiva consulta da organização.
15. Todos os inscritos deverão participar numa reunião geral a realizar no dia 19 de Março de 2016 pelas 15h00m, na sala de reuniões do Centro Comunitário Francisco Magalhães em Alcácer do Sal.

Alcácer do Sal, 8 de janeiro de 2016
A organização

sábado, 2 de janeiro de 2016

14ª PEREGRINAÇÃO A PÉ A FÁTIMA - 6 a 12 de maio de 2016


Inscrições abertas entre 8 e 22 de janeiro de 2016

Caminhar do Sul no Mundo